sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Último Capítulo de Insensato Coração

Wanda mata Norma
O último capítulo de Insensato Coração foi ao ar na noite desta sexta-feira (19/08/2011) com a solução para o grande mistério da reta final da trama: quem matou Norma?
A responsável pelo crime foi Wanda (Natália do Vale) que, totalmente enlouquecida e obcecada, cometeu o assassinato para proteger o filho Léo (Gabriel Braga Nunes) da vingança de Norma (Glória Pires) e livrá-lo da cadeia.
A mãe do vilão foi até a mansão e acabou ouvindo a discussão entre Léo e Norma. Apavorada com a possibilidade de ver seu filho preso novamente, Wanda pegou a arma que havia caído durante a briga dos dois e matou a ex-enfermeira com três tiros.
Quem desmascarou a criminosa foi Marina (Paola Oliveira). Ela flagrou a sogra justo no momento em que tentava colocar a pulseira roubada por Léo, e dada de presente a Norma, de volta na caixa de joias. Colocada contra a parede pela nora, Wanda surtou e acabou confessando.
A madame terminou a novela internada em um hospício e aguardando julgamento pelo assassinato.
Léo assassinado
Léo é morto na prisão
Mesmo após ser assassinada, Norma ainda tinha uma carta na manga para se vingar de seu amor bandido.

A ex-enfermeira deixou instruçoes que sua escudeira Jandira deveria seguir caso ela morresse. A mando de Norma, a ex-detenta foi até a prisão e contou para Cortez(Herson Capri) que Léo o havia entregado.
Nesse momento, o psicopata já estava encarceirado após sequestrar Marina e ser dominado por Pedro no momento do pagamento do resgate.
Para se vingar do ex-comparsa, o banqueiro corrupto subornou policiais e encomendou a morte dele. Sob os olhares de Vinícius e Ismael, também presos, um amedrontado Léo é atirado para a morte do terraço da prisão.
Pedro e Marina

Final feliz para os casais
Para manter a tradição dos últimos capítulos, o de Insensato Coração também teve casamento. No caso, a cerimônia de Raul (Antonio Fagundes) e Carol (Camila Pitanga) que, após muitas idas e vindas, decidiram viver o seu amor. Após uma passagem de tempo, a empresária já aparece grávida. A moça convida André (Lázaro Ramos) para ser o padrinho do bebê.


Quem também teve um final feliz foi o sofrido (e apagado) casal Marina e Pedro(Eriberto Leão). Durante o casamento de Raul e Carol, a bolsa da designer estoura e eles vão direto para o hospital. O casal têm uma filhinha e, finalmente livre das maldades de Léo, pode viver como uma família feliz.
Natalie


Outros desfechos
- Com a promessa de fazer uma “drenagem linfática” na corrupção, Natalie (Deborah Secco) é eleita para o congresso com votação recorde e vira deputada em Brasília.
André se recupera totalmente do câncer a passa a viver uma relção aberta comLeila. Na cena final, os dois aparecem com outros pares.
- O casal gay Eduardo e Hugo oficializa a união em uma cerimônia com a presença do jornalista Kléber, que finalmente consegue superar o seu preconceito.
Vinícius (Thiago Martins) é condenado a 12 anos de cadeia pela morte de Gilvan.
- Após ser expulsa de casa e da Liga da Família Carioca, Eunice (Deborah Evelyn) termina servindo cafezinho no ateliê de Gilda e da filha Leila.
- A patricinha Paula (Taina Muller) termina a novela servindo marmitas para cumprir os serviços comunitários a que foi condenada após agredir Kléber.

Nenhum comentário:

Postar um comentário