domingo, 18 de setembro de 2011

Scarlett Johansson nua e um alerta para vocês!


O assunto de agora é bem sério! Essa semana caíram na rede, fotos de Scarlett Johansson nua. Vários sites mundo afora noticiaram o fato e por coincidência a Revista Marie Claire deste mês, vem com uma reportagem com o título "Sexo, vingança e vergonha na rede", que narra a história de duas mulheres completamente diferentes, mas que passaram pelo mesmo drama: ter sua vida privada, seus corpos nus expostos na internet sem nenhum pudor por seus ex-namorados. A matéria é realmente chocante, e contém verdades que eu já conheço e que já alertei muitas, mas infelizmente, poucas ouvem e sofrem consequências devastadoras depois. Vocês lembram que por ocasião do Lingerie Day, eu falei com vocês que quem fosse participar, fizesse isso de forma consciente e se expusesse de forma correta e ajustada? Deixei bem claro que depois que postamos fotos na internet, mesmo que apaguemos, elas já terão sido replicadas por milhares de pessoas mundo afora, e não há como fazer com que essa imagem suma da rede. Mesmo que nos sites de busca ela não apareça de imediato, sempre existem meios e maneiras de se encontrar tudo na internet, e podem ter certeza, essa foto será achada! Principalmente, se puder ser usada contra você!

Quando você tem ciência da gravidade da coisa, e mesmo assim quer postar fotos nuas na internet, isso é uma escolha sua. Mas não diga que foi falta de aviso. Mas penso que dá para fazer algo bem bonito, sem expor demais o corpo de forma desnecessária, pois se existem pessoas que você sabe que você ama, que se sentirão envergonhadas e chocadas se derem de cara com esse tipo de foto na rede, simplesmente, não coloque! Não tem como confiar nisso aqui! É uma via de mão dupla, que pode ser usada de forma maravilhosa, porque a internet veio mesmo, para revolucionar as nossas vidas e o nosso conceito de vida em sociedade (embora em muitos aspectos, percebo piora, mas isso é papo pra outro dia). Mas pode muito bem ser uma armadilha cruel, para as pessoas que não estão acostumadas a trafegar por ela em segurança.  

E essas mulheres não publicaram nada na internet! Foram convencidas por seus namorados, homens com quem tinham relacionamentos estáveis de um bom tempo, de se deixarem fotografar nuas, nas horas de intimidade do casal. É claro que os homens prometem nunca divulgar as fotos, prometem segredo eterno e começam a elogiar tanto as parceiras, que elas vão ficando cada vez mais desinibidas e o que parecia algo que elas faziam à princípio apenas pelo pedido dos parceiros, depois acaba se incorporando à rotina do casal. Quem sou eu pra saber tudo e para emitir laudos sobre a sexualidade de alguém, mas se um homem para se relacionar comigo, precisa que eu esteja disposta a produzir esse tipo de material, seja em fotos ou em vídeos, já me demonstrou um total desajuste. Desconfie de um homem, seja ele o mais confiável do planeta Terra, se ele começar a insistir para que você faça esse tipo de coisa.

As pessoas não nascem e vivem com as mesmas intenções. Somos um produto do meio e das nossas escolhas pessoais também, e temos um fator muito importante que nasce conosco: a índole. E juntando essas três coisas, ainda temos que juntar o fator emocional, que contribui diretamente para que essa equação mude radicalmente. Pensem comigo, um homem após ser rejeitado por uma mulher, no fim de um relacionamento, mesmo tendo sido o mais correto de todos, pode ser capaz de fazer com que a vida dessa mulher seja exposta, para que ela seja destruída e menosprezada pela família e pela sociedade.  Falo isso porque sei, que vivemos num mundo machista, onde as pessoas se refastelam acusando e apontando as outras, como se fossem donos da verdade. A mulher num caso desses muitas vezes deixa de ser vista como a vítima que é, e é apontada como a imoral e a vadia.  Peço que por favor, leiam a matéria da Maria Claire para que entendam do que eu estou falando!

Ter uma vida pública por aqui, seja tendo um site, blog e participando de redes sociais, exige muita maturidade da nossa parte. Pra começar, só conte aquilo que você acha que todos podem saber. E isso, já é informação mais do que suficiente, pode acreditar. Não conte coisas particulares, detalhes e informações particulares, como anda sua vida financeira, emocional, como é a vida na sua casa, o convívio com seus familiares, detalhes do seu trabalho, dos seus amigos. Revele algumas coisas, mas deixe a maioria delas como um mistério mesmo, porque você sequer sabe, quem tem acesso ao seu conteúdo.  E pode ser, que alguém que tenha tempo de sobra e caráter de menos, comece a vasculhar a sua vida e encontre detalhes, e comece a juntá-los para te prejudicar de alguma forma, seja diretamente, ou através de alguém que você ama.

Canso de ver perfis nas redes sociais, onde as mães expõem a vida e rotina dos seus filhos, que inclusive aparecem com peças mínimas, ou mesmo sem roupa, num grande convite aos pedófilos que vivem à caça desse tipo de material. Dizer onde o filho estuda, quantas horas fica fora de casa, detalhes íntimos sobre o relacionamento com o marido, já vi de tudo por aqui, e parece que essas mulheres não entendem o perigo que correm, e principalmente, o perigo que fazem seus entes queridos correrem. E se me perguntarem se eu sou um personagem por aqui, posso dizer que sim, e que não. Sim, porque eu procuro ser polida nas coisas que relato. Posso até falar sobre um assunto, de forma profunda, inclusive, mas sem citar detalhes. Em vários momentos eu falei de amor, de relacionamento e tudo mais, mas de forma alguma, eu publiquei fotos de namorados por aqui. 

Não que isso não possa ser feito, mas tem que estar muito dentro do contexto e ter um motivo especial. Não vejo meus blogs como veículos onde tenho que mostrar com quem estou e como anda meu relacionamento, para me sentir mais aceita ou mais amada pelas leitoras. Então, por aqui, sigo códigos de ética e conduta que visam me preservar e preservar os meus. E poderia dizer que não, porque em momento algum o que publiquei aqui, fugiu a minha verdade e ao modo como penso e vejo as coisas. Os textos que escrevo para falar de um produto ou de uma empresa, tem a mesma verdade dos testamentos (como este) que escrevo quando quero falar de algo mais sério. Então eu digo que meus blogs expressam a minha verdade, embora seja uma verdade polida e bem administrada.

E se falo venho aqui falar dessas coisas, é porque tenho um carinho imenso por vocês e jamais quero ter noticia de que alguém que conheço, está passando por uma situação dessas. Eu sei que os blogs hoje são os responsáveis por muitas conquistas nossas, inclusive, profissionais, mas não pensem que se expondo mais, colocando menos roupa, vão conseguir a projeção que precisam para serem chamadas para um reality show de grande expressão nacional, ou serão contratadas pela Playboy para serem capa, porque não  é assim que funciona! Tenham ambições, mas até mesmo as nossas ambições, tem que vir acompanhadas de metas e planos à pequeno, médio e longo prazo. E se expor desta forma, não parece uma boa opção em nenhum dos casos. Sejam inteligentes e focadas e usem isso aqui como ferramenta para alcançar seus objetivos. Dominem a situação e não se deixem dominar por ela. Afinal, isso aqui é uma selva com muitos perigos ocultos por todos os lados, e cuidado é demais!

Espero que tenham entendido o recado de quem só quer o bem de vocês.

Em tempo: As fotos estão com as tarjas pelo respeito ao blog que é público, e às minhas leitoras, mas quem quiser ver sem elas, achará facilmente as fotos no Google.

Nenhum comentário:

Postar um comentário