quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Álcool, o vilão da balada

Para alcançar uma pele saudável e bonita aprendemos diversas maneiras de como aplicar os  produtos e adaptamos ao nosso cotidiano todos os passos necessários. Porém, outra informação importante nesta busca, é se conscientizar dos fatores negativos que, aos poucos, sem percebermos destroem a nossa pele. A exposição direta ao sol é o item mais comentado por médicos e especialistas do assunto. Devemos usar o filtro solar em qualquer lugar, até nos ambientes fechados, pois a luz artificial (lâmpadas) também prejudica a pele. Mas outro item pouco comentado é a bebida alcoólica. Sabia que aquela cervejinha ou o drink do final de semana não faz nada bem pra pele? Se você já tomou um porre daqueles, tente se lembrar de como ficou no dia seguinte. A sensação é de ressecamento da pele. Ela fica esticada e com aspecto seco e opaco. Péssimo né!? Por isso temos a necessidade de beber água para curar a ressaca. O corpo precisa urgente se hidratar – a pele então coitada, ta gritando – e precisa ser feito de dentro pra fora. Ok, esta situação ocorre em casos extremos, de excesso de álcool no sangue – coisa que você não faz toda semana. Mas se você tem o costume de beber nos finais de semana, lembre-se nos efeitos que podem causar na sua pele. Se esses efeitos chegaram na parte externa do seu corpo, ou seja, na pele, imagina o que ele não causa lá dentro.
Ninguém aqui ta dizendo pra você cortar de vez o álcool da sua vida, mas sim saber de fato o que ele ocasiona no seu corpo. Vá para a festa, barzinho, encontro com o gato ou amigas bem bonita e com a pele impecável. Quando voltar pra casa, depois do banho, não se esqueça de hidratar o corpo de fora pra dentro, com o bom e velho hidratante corporal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário