sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Inspire-se em Scarlett Johansson para fazer um make de Natal

Dourado, cobre, marrom e verde são tons que combinam perfeitamente com um make de Natal. Discretos, eles caem como uma luva em produções montadas para a ocasião. O que vale é saber combiná-los entre si, como mostra o make usado por Scarlett Johansson. Para quem não gosta de ousar, o segredo é mesclar um tom escuro e outro mais claro da mesma cor.
Olhos prontos, é hora de realçar os lábios. Procure explorar batom ou gloss da mesma família de cores usadas na sombra. Pintou dúvida? Aposte no lip balm. Não tem erro. Ah! E lembre-se de que a roupa não precisa ser da mesma cor do make.

Passo a passo

1. Com um lápis preto ou delineador líquido, faça uma linha rente aos cílios superiores, engrossando o traçado conforme se aproxima do canto externo, e então esfume.
2. Cubra as pálpebras com sombra dourada até a linha das sobrancelhas. Capriche nas pinceladas nas beiradas do canto lacrimal.
3. Aproveite a sombra laranja para fazer um degradê com a primeira, colorindo de dentro para fora e, depois, contornando a raiz dos cílios inferiores.

Sugestão de produtos

1. Ombre Absolue Palette cor F10, Lancôme, R$ 185*
2. Neo Pastels Palette Yeux Ombres & Liner, Clarins, R$ 212*
3. Les 4 Ombres Lilium, Chanel, R$ 123*
4. True /colro Quarteto de Sombras Coleção Expresso, Avon, R$ 38*
5. Caneta Delineadora, Duda Molinos, R$ 51*
6. Lápis para Esfumar Olhos, O Boticário, R$ 33*

Como cuidar da pele madura

Julia Roberts tem 44 anos e uma pele radiantes
Se você já perdeu muito tempo até os 40 anos, os cuidados com a pele precisam ser mais intensificados a partir dessa idade. Mas nada de pânico, ainda há como melhorar (e muito) a qualidade da sua pele.

Guerra contra o tempo

Não é apenas você que está em uma fase de mudanças; a epiderme também sofre grandes transformações. Segundo a dermatologista Denise Steiner, de São Paulo, a pele nessa fase está mais fina e compacta, por isso retém menos líquido. Isso diminui a hidratação natural e causa dois problemas distintos: ressecamento em algumas partes da pele e acúmulo de líquidos em outras (como nas bolsinhas abaixo dos olhos). A lição mais básica é beber muita água para compensar a perda natural. Os melanócitos, estrutura da pele responsável pela melanina, também estão desgastados e produzem pigmentos de forma irregular, causando manchas.

Não se deprima ao ler isto, mas o colágeno - que vem se desgastando ao longo dos anos- é produzido cada vez em menor quantidade. Por isso a flacidez é mais acentuada. Outro alerta vermelho: a perda de gordura em pontos específicos da face, como nas maçãs do rosto, vai deixando o rosto murcho. E, se não bastasse tudo isso, o rosto também perde o contorno e o pescoço sua firmeza.

Armas de combate

A boa notícia é que, apesar de caprichada, a limpeza não precisa ser pesada, uma vez que a oleosidade tende a ser bem controlada. Troque o sabonete por uma espuma suave e mantenha a limpeza duas vezes ao dia. Use um creme hidratante diurno com ácido hialurônico e estimulantes de aquaporines, que vão ajudar a manter as moléculas de água na pele. Cremes e séruns com agentes antioxidantes continuam na lista de itens importantes e o protetor solar pode ser mais cremoso e com FPS mais alto.

Alie tudo isso a tratamentos que incentivem a síntese de colágeno e com alta concentração de ativos. Pode apostar em fórmulas que contenham retinol, coenzima Q10, hidroquinona, DMAE, raffermine, tretinoína e isotretinoína. Reserve mais atenção ao contorno dos olhos e da boca. Se possível, tenha um produto com antiaging para cada uma dessas regiões. E não tenha medo de dar uma esticadinha de leve: aposte em cremes diurnos de efeito tensor imediato, como os com tensine e liftline.

Novas estratégicas

Continue com os peelings químicos na agenda. Além da luz intensa pulsada, a dermatologista Denise Steiner diz que talvez seja a hora de aderir à radiofrequência (ondas que penetram na pele e estimulam a produtoção de colágeno). O laser de CO2 é outra boa opção. Ele aquece as células, modificando sua estrutura e estimulando a produção de colágeno. Por ser fracionado, deixa algumas regiões do rosto intactas e é menos invasivo. O ácido hialurônico para repor volume continua válido.

Agenda

· Todo dia - limpar, hidratar, usar antiaging e protetor solar

· Toda noite - limpar, aplicar produto com ativo clareador de manchas e antiaging e produto para a área dos olhos

· Toda semana - esfoliar para remover células mortas

· Todo mês - limpeza de pele

· Todo trimestre - fazer peeling químico

· Todo semestre - fazer preenchimento com ácido hialurônico

· Todo ano - luz pulsada e radiofrequência

Sugestão de produtos

1. Renew Clinical Lift&Firm Sérum, Avon, R$ 68*. Estimula a produção de novas fibras de colágeno.

2. Prevage Eye, Elizabeth Arden, R$ 535*. Seus extratos botânicos clareiam a região dos olhos.

3. Sublime Energy Night, Roc, R$ 204*. Gera uma corrente elétrica que estimula a produção de colágeno.
4. Espuma de Limpeza Facial SC Cleanser, Mezzo, R$ 59*. Limpa sem ressecar a pele madura.

5. Ultra Facial Defense FPS 50, Skinceuticals, R$ 79*. Além da proteção UVA e UVB, não agride as peles sensíveis.

6. Aquaporin Ac tive Creme Hidratante, Eucerin, R$ 39,67*. O Glucoglicerol garante hidratação profunda.

Regras para o nécessaire

· Prepare a pele com um primer com efeito lifting imediato.

· A base deve ter ativos hidratantes e ser fluida para não acumular nos vincos das ruguinhas.

· Fuja das texturas em pó, que marcam as linhas na região dos olhos. Isso vale também para o pó facial.

· Aplique sombra cintilante abaixo do arco da sobrancelha para levantar o olhar.

· Use máscara apenas nos cílios superiores - se aplicada embaixo, ela acentua as olheiras.

· Para ganhar volume nos lábios, contorne com lápis nude e esfume o traço para dentro. Aplique batom cintilante ou gloss no meio dos lábios.

Conheça outras versões do esmalte nude de Patrícia, de "Fina Estampa"



O figurino escolhido para a personagem Patrícia, interpretada por Adriana Birolli em "Fina Estampa", é bastante moderno e focado em uma cartela de tons pastel. Por isso, o esmalte usado pela personagem é o "Nude", da Colorama (R$ 2,45*). Mais puxado para o rosa, ele dá um ar retrô à beleza e combina perfeitamente com produções delicadas e bem femininas.

Outras opções...

1. Número 53, ARTDECO, R$ 29,90*
2. Rosa Floral, Colorama, R$ 2,45*
3. Energia, Risqué, 2,75*
4. Rosa retrô, Avon, 2,29*
5. Clássico, DNA Italy, R$ 2,60*

Entrevista: historiadora critica a obsessão pela beleza

Mary del Priore

Sim, ela é vaidosa. Mas vacinada contra a epidemia coletiva que anda rivalizando as mulheres com seu próprio corpo. A historiadora carioca Mary Del Priore, aos 58 anos, acaba de lançar seu 29º livro - "Histórias Íntimas: Sexualidade e Erotismo na História do Brasil" (Planeta), fruto de dez anos de pesquisas em bibliotecas, museus e veículos de comunicação.

"Em Corpo a Corpo com a Mulher - Pequena História das Transformações do Corpo Feminino no Brasil" (Senac-São Paulo), ela desmancha um vespeiro: a ditadura da beleza. Justamente o tema da esclarecedora conversa que você acompanha a seguir:

Quando se iniciou a busca insana, pelo corpo perfeito? Que forças atuaram e ainda atuam nessa direção?
MDP
 - Há quem diga que o século 20 inventou o corpo. Corpo novo e exibido. Mas, também, um corpo íntimo e sexuado que, lentamente, veria afrouxar as disciplinas do passado em benefício do prazer. Desde o início do período, multiplicaram-se os ginásios, os professores de ginástica, os manuais de medicina que chamavam a atenção para as vantagens físicas e morais dos exercícios. O lazer - graças aos teatros, às festas públicas, aos feriados ao sol e mar - incentivou novas formas de exibir as formas. O esporte, cinema e dança foram manifestações primordiais no nascimento da sociedade do espetáculo. Moda, cartazes e luminosos de propaganda já anunciavam a moderna linguagem da publicidade e da comunicação. A fotografia, por sua vez, permitiu a contemplação da própria imagem. Nas revistas voltadas ao público feminino, multiplicaram-se os anúncios de produtos de incentivo ao narcisismo.

A psicanalista inglesa Susie Orbach, que estuda a obsessão pela forma física, afirma que vivemos uma regressão da emancipação feminina, uma vez que não somos livres para desfrutar o próprio corpo. Você concorda?
MDP
 - Concordo, sim. Esse é um fenômeno da modernidade. Se hoje a aparência saudável é um critério de beleza irredutível, no passado os cânones variavam. Basta pensar nas gordas pintadas por Rembrandt, ou nas românticas que, no século 19, aplicavam sangue de galinha no rosto para acentuar a palidez.

Você é uma mulher bonita e bem cuidada, além de intelectual reconhecida no Brasil e no exterior. Como lida no dia a dia com as demandas estéticas?
MDP
 - Moro em uma chácara, em área rural, onde não existem muitos recursos. Mas, uma vez por semana, vou até a cidade mais próxima, onde encontro a esteticista e faço drenagem linfática. Dou muita atenção à boa alimentação e ao sono. Não fumo e faço caminhadas diárias. Uso cremes nacionais, mais fáceis de encontrar e adaptados ao nosso clima. Fujo do sol e uso protetor. Envelhecer parece ser vergonhoso. Não é à toa que o cirurgião plástico Ivo Pitanguy, em recente congresso, fez uma palestra sobre a dignidade da passagem do tempo.

Como você define a fronteira entre a vaidade saudável e a obsessão pela aparência?
MDP
 - A vaidade saudável é baseada na aceitação da passagem do tempo e em uma relação digna e natural com a perda. A obsessiva está ligada a uma prisão: aquela do olhar masculino. De um jeito ignorante, as obsessivas acreditam que só o corpo pode fala linguagem da sedução.

A maquiagem que disfarça o cansaço

Olheiras, palidez, rosto abatido? Esses são alguns probleminhas que aparecem quando bate o cansaço. A boa notícia é que dá para se livrar deles com alguns truques rápidos de maquiagem.

4 soluções caseiras

1. Deixe 2 colheres no congelador e use-as nos olhos inchados. Basta pressionar o metal (a parte convexa) por 1 minuto.

2. Ao aplicar o hidratante no rosto, aproveite para massagear os músculos da região e estimular a circulação.

3. Faça compressas de chá verde, que descongestionam os olhos. Molhe o algodão no chá gelado, esprema e coloque sobre as pálpebras durante 10 minutos.

4. Para fechar os poros, mergulhe uma toalha em água quente, cubra o rosto e deixe por 30 segundos. Use a própria toalha para fazer uma limpeza na zona T. Finalize com um jato de água bem gelada.

Passo a passo do make

1. Prepare a pele
Lave o rosto, aplique um tônico para reduzir a oleosidade e fechar os poros, e finalize com o hidratante de sua preferência.

2. Use corretivo contra marcas
Invista em corretivos iluminadores de textura leve. Eles escondem olheiras e dão brilho.

Aplique o produto no canto interno dos olhos, formando um "C", e dê batidinhas com o dedo anular em direção às pálpebras superior e inferior para espalhar o cosmético. "Três gotas em cada olho são suficientes", diz a maquiadora Erica Monteiro.

Atenção: o corretivo deve ser sempre um tom mais claro do que a sua própria pele.
3. Ganhe vida com o blush!
Para eliminar o aspecto abatido, deixe as maçãs do rosto levemente coradas. Com a boca fechada, sorria e aplique o blush sobre a área que ficar saliente. Prefira os tons rosados, que caem bem em todos os tipos de pele e dão frescor ao rosto.

4. Conquiste uma "luz natural"
Aplique um pouco de pó iluminador na zona T (testa, nariz e queixo) e acima das maçãs do rosto (abaixo dos olhos).
5. Passe longe das sombras proibidas!
Nos dias em que a gente está cansada, é melhor abrir mão das sombras escuras, principalmente em tons de preto, cinza, roxo e azul, que afundam ainda mais os olhos.

6. Destaque os cílios
Use o curvex para levantar o olhar e, em seguida, aplique várias camadas de máscara para os cílios.
7. Deixe os lábios mais alegres
O batom pode ser claro ou escuro, contanto que a opção escolhida dê graça e vida ao rosto.