I. Jacomeli

Sentir*



Sentir dói, sentir é tenso, sentir e quente e frio ao mesmo tempo. Sentir é ficar com medo enquanto se tem segurança.
Sentir é perceber algo vazio dentre algo denso. Perceber. Sentir é suspirar. Não importando a forma com que ele venha, mas você sentiu.
Se não sentiu nada, é porque não esta vivo, nem as pedras se isentam dessa. Sentir é doar-se, as vezes quando todos falam que não vale a pena, mas você sente que sim.
Sentir é percepção. É olhar nos olhos de alguém e conversar sem dizer uma palavra.
Sentir é começar a escrever por paixão, sem saber ao certo como começou, como será a próxima frase, sem saber o desfecho… Mas esta ali!
Sentir é gostoso, é diferente, enaltece agente. Ainda mais quando é junto que se sente.
Fácil não é, se não, não teria graça.
Sinta, e permita-se ser.
Seja por uma musica, um abraço, um beijo, mãos dadas, um caminho, uma chuva, uma brisa…
Sentir também é ousadia. É só pra quem é louco de tentar.
Sentir é uma loucura, vicia.
Mas não há quem dia que não vale à pena.



A vida…



Sabe como eu acho que funciona?
Não é por ciume que se “prende” uma pessoa a você. O ciúme de verdade é uma prova de amor, é um ponto da vida. Ate porque prender é por força, e força não tem sinceridade. Não é com possessividade que se cativa alguém, mas pelo que se é de verdade, se a pessoa estará pronta para conhecer a sua pessoa é outra historia. Como disse Shakespeare, não ache que uma certa pessoa não te ama, so porque ela não saiba demonstrar direito ou tenha altos e baixos. Ela pode te amar de todo o coração, mas é um ser humano como você. Não deixe que seus complexos o atrapalhem na sua jornada. Enquanto não se encontrar, não trocar varias horas conversando com seu eu, nunca será capaz de entender alguém, ou de querer tanto essa pessoa que ela poderia morar dentro de você.
Se você acha que pensar é para os fracos, que seja para os caretas também. Não ficaria incomodado de tal classificação.
Cada um é um jeito, cada um é uma pessoa, cada ser é simplesmente um agrupamento de senssassoes, vontades, visões. Não é tão complexo, so depende do ponto de vista. Uns são mais intensos, gostam de emoções fortes, pegam detalhes no ar, vivem coisas que outros não dariam valor. Já outras pessoas são mais largadas, e vivem a vida dia a dia, sem se importar muito com as coisas. Outros (a parte mais interessante), que esses sim são os loucos, misturam tudo, lidam com intensidade o dia a dia.porque nem é da insegurança nem do excesso de confiança de se fazem as coisas, mas do encontro delas.
E ai, se encontrou em algo?
A vida é muito curta para melindres, e muito importante para ficar largada.
Ame, sinta, faça alguém feliz, encontre que você é, ajude alguém a se encontrar, se deixe ser ajudado também. Não existem amores impossíveis, Existe apenas pessoas incapazes de amar e lutar pelo seu grande amor !. Na verdade, não existe nada impossível na vida. Existem somente pessoas insuficientemente loucas para enfrentar o desconhecido.
Acho que deve ser mais ou menos assim que funciona. Podemos ser quem quisermos, podemos tudo e nada ao mesmo tempo, so depende da coragem, do ponto de vista, e de outras coisas.



Arquitetando…


Somos os grandes arquitetos de nossas vidas. Cabe a nos, fazermos ou não dela melhor ou pior. A vida é o que ela é, nua e crua, mas somos nos que a temperamos e vestimos. Tudo o que fazemos ou deixamos de fazer, se reflete por todo o resto do tempo, e isso é muito para ficarmos com besteiras. O bem ou o mal, estarão para sempre nos seguindo, quem vai alcançar agente, é uma escolha própria!